Meus devaneios, meus impulsos, minhas alegrias e tristezas. Minhas emoções, minhas conquistas e frustrações, meus progressos e coisas que gosto e admiro.

Acredito no poder das palavras e da mente. Se o desejo, que se aloja na raiz de toda a paixão humana, puder ser removido, aí então, morrerá essa paixão, e desaparecerá, consequentemente, todo o sofrimento humano. (Budha)